• Afonso Martins

Auditoria 4.0 - Que negócio é esse?

Atualizado: 12 de set. de 2020

Ultimamente muito tem se falado sobre a realização de auditorias remotas e nesse contexto o conceito de auditoria 4.0 tem se tornado cada vez mais utilizado. Afinal, você sabe o quer dizer "auditoria 4.0"?


Entendendo o conceito conceito 4.0.

A indústria 4.0 é também chamada de Quarta Revolução industrial, nada mais é que uma expressão que engloba algumas tecnologias para automação e troca de dados, ou seja, de forma simplificada, é o desenvolvimento da internet das coisas.

A primeira revolução industrial mobilizou a mecanização da produção usando água e energia a vapor. A segunda revolução industrial, então, introduziu a produção em massa com a ajuda da energia elétrica. Em seguida veio a revolução digital e o uso de aparelhos e dispositivos eletrônicos, bem como Tecnologia da Informação para automatizar ainda mais a produção. Chega então a indústria 4.0 , que teve origem de um projeto estratégico de alta tecnologia do Governo Alemão, que promove a informatização da manufatura.



A Indústria 4.0 trabalha com o conceito de IOT (Internet of Things; em português, Internet das Coisas), em que tudo pode ser conectado a um sistema. Isso pode ser aplicado a todas as indústrias e, também, nos processos de auditoria.


O que é a auditoria 4.0?

A Auditoria Interna 4.0 é um novo método de avaliação detalhada dos processos internos das empresas, elevando o nível de performance da Auditoria convencional.

Efetivamente, o que muda da auditoria convencional para a 4.0 é o método. Em consequência da mudança de método, notamos o aumento da eficiência dos processos, os custos e a presença física do auditor. A presença física do auditor, ainda que não seja incondicionalmente necessária, há a possibilidade de que ele visite a empresa ao perceber que é necessário para a qualidade e eficiência do seu trabalho.

A partir disso, os relatórios gerados pela Auditoria 4.0 são muito mais completos, didáticos e absolutamente dentro das normas.

Ainda há uma certa resistência de parte da indústria na auditoria 4.0, ou auditoria remota, porém há algumas vantagens nesse processo que é preciso levar em consideração: menos presença física do auditor, mais eficácia na avaliação, de corretamente planejada e executada e, consequentemente, menos despesas e desgastes com logística.

Para que possa ocorrer de forma eficaz, é preciso que tanto o auditor como o auditado estejam abertos e dispostos ao novo formato de avaliação. Não adianta uma empresa querer fazer a auditoria remota para reduzir custos, porém não disponibilizar a documentação para análise de forma coerente, ou não ter um sistema de comunicação que suporte o evento, etc. De forma geral, o cliente também precisa ter uma estrutura de câmera e internet.


Segue abaixo um fluxo que considero ideal para uma avaliação remota.


Pode acontecer das empresas temerem a parte inicial, por conta da necessidade de disponibilização da documentação interna, porém pode-se pensar na possibilidade de disponibilizar as documentações menos sensíveis e, além disso, todo o processo de avaliação pode e deve ser regido por contrato de confidencialidade entre as partes.


A Indústria 4.0 desponta como caminho natural para aumentar a competitividade do setor por meio das tecnologias digitais. No Brasil ainda é pouco utilizada pelas empresas nacionais, mas tende a crescer cada vez mais. Da mesma forma os processos de auditoria, tanto para avaliação de produtos ou sistemas, independente das especificidades do escopo, estão seguindo este caminho natural.


674 visualizações