• Afonso Martins

O que é ser socialmente sustentável?


A empresa que você trabalha é socialmente sustentável? Mas o que é ser socialmente sustentável?


Ser uma empresa socialmente sustentável é, voluntariamente, instituir políticas que contribuem para uma sociedade mais justa.

A responsabilidade social se divide em dois níveis:

Nível interno relaciona-se com os trabalhadores e com todas as partes afetadas pela empresa. Ser socialmente justo no interior de uma organização é um dos grandes fatores que podem influenciar positivamente no alcance de resultados da empresa.

Nível externo são as consequências das ações de uma organização sobre a comunidade, isto é, sobre os seus parceiros de negócio, clientes, órgãos regulamentadores, etc. e o meio no qual estão inseridos.

Uma empresa socialmente responsável não tem como objetivo apenas fazer lucros, mas também de trazer benefícios às pessoas que trabalham na empresa, financeiramente, educacional, culturalmente, etc.

A responsabilidade social está ligada a uma gestão ética e transparente que a organização deve ter com suas partes interessadas (stakeholders), para minimizar seus impactos negativos na comunidade. A empresa deve contribuir socialmente para o desenvolvimento da comunidade na qual está inserida. Geralmente, as organizações criam programas sociais, o que acaba gerando benefícios mútuos entre a empresa e a comunidade, melhorando a qualidade de vida tanto dos funcionários como também da população, segue exemplos:

  • Implantação de projetos educativos e sociais gratuitos;

  • Investimentos em educação pública, visando à qualidade do ensino;

  • Implementação de programas voltados para a inclusão social, principalmente de pessoas portadoras de necessidades especiais;

  • Qualificação profissional de jovens através, principalmente, de cursos gratuitos de língua estrangeira, informática e etc.;

  • Investimentos governamentais em saneamento básico, garantindo tratamento de esgoto e acesso à água potável para pessoas que não tem acesso a estes serviços;

  • Ampliação do acesso à Internet para pessoas de baixa renda;

  • Adoção de sistemas educacionais que levem informações sobre a importância da preservação ambiental para a sociedade, relacionando-a com a melhoria da qualidade de vida em seu espaço geográfico;

  • Projetos de qualificação profissional, principalmente para trabalhadores que se encontram desempregados;

  • Orientação aos jovens, através de programas eficientes, sobre o grave problema das drogas;

  • Implantação de programas geradores de renda para pessoas carentes.

A sustentabilidade corporativa considera o respeito aos Direitos Humanos e a Responsabilidade Social e Cultural no município, do estado e no país, inclusive com incentivos fiscais. Trata-se bem seus empregados sem distinção geracional, de gênero, de raça ou etnia, religião ou ateísmo, orientação sexual ou cor partidária. Ainda se os empregados são protagonistas no processo e não meros executores ou cumpridores de função. Responsabilidade e Respeito são os maiores pilares de uma Sociedade. Alvaro Granha Loregian

#Sustentável #social #princípios #Responsabilidadesocial

Afonso Matos Martins

Editor do blog

Engenheiro Ambiental, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Especialista em Engenharia da Qualidade para Engenharia da Produção, MBA em Gestão Empresarial.

Please reload

Rede pessoal

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon