• Afonso Martins

Cultura Organizacional e sustentabilidade corporativa



A cultura corporativa é concebida como um conjunto de valores e crenças compartilhados pelos membros de uma organização. Para que uma organização tenha sucesso, essa cultura deve ser consistente com outras variáveis organizacionais, como estrutura, tecnologia, estilo de liderança, etc.

Para que a cultura seja construída, faz-se necessário trabalhar de forma intensiva na mudança de comportamento tanto dos colaboradores como também da própria direção. Há uma relação necessária entre o ambiente de trabalho e a eficácia do sistema de gestão. Os proprietários e líderes são os que mais contribuem para que aconteça uma mudança comportamental dentro do ambiente de trabalho. Esta influência se dá pelo poder que estes detêm na empresa por meio do modelo de gestão, e o modelo de gestão é produto do subsistema institucional, que representa as principais determinações, vontades e expectativas do proprietário ou principal gestor, de como as coisas devem acontecer na empresa.

Um dos grandes problemas existentes nos negócios é a falta definição de crenças e valores, assim como a falta da definição de um modelo de gestão, pautada em requisitos de entrada específicos para o determinado tipo de negócio, ou, ainda, a falta de processamento dessas entradas para gerar uma saída comum e coerente com os objetivos da organização. Parece óbvio que o fluxo tenha de ser este, porém o que têm-se visto muito costumeiramente são organizações com inúmeros sub-modelos de gestão, crenças e valores conflitantes entre si. Uma das causas disso acontecer é o fluxo contrário do processo, que logicamente derruba os requisitos de entrada e automaticamente o seu processamento.

Segue abaixo um modelo simples do como deve acontecer a definição de crenças, valores e modelo de gestão, sempre visando a socialização com todos os colaboradores para o desenvolvimento da cultura organizacional.


O impacto da cultura organizacional depende de vários fatores, dentre eles:

  • Eficácia do Sistema de Gestão;

  • Clima existente;

  • Envolvimento da direção;

  • Modo de se fixar os objetivos e metas;

  • Conflito dos objetivos e metas, principalmente com os objetivos e metas gerais da organização;

  • Envolvimento dos colaboradores;

  • Consciência de todos os envolvidos.

O comportamento de todas as pessoas que trabalham em uma determinada empresa, deve ser, sempre que possível, padronizado, visando sempre o fortalecimento dos valores grupais ao invés dos individuais. Só assim a organização conseguirá produtividade elevada com sustentabilidade corporativa.

#Sustentabilidade #Corporativo #desenvolvimento

9 visualizações

Afonso Matos Martins

Editor do blog

Engenheiro Ambiental, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Especialista em Engenharia da Qualidade para Engenharia da Produção, MBA em Gestão Empresarial.

Please reload

Rede pessoal

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon